APPDA-Setúbal

Torne-se Sócio

Torne-se Sócio

Pode apoiar a APPDA-Setúbal de diversas formas:
 

- Se for pai/mãe de uma pessoa com PEA torne-se sócio a partir de 5€/mês, clique aqui e aceda à ficha de sócio!

- Pode tornar-se sócio amigo da APPDA-Setúbal a partir de 1€/mês, clique aqui e aceda à ficha de sócio!

Ser “Sócio Amigo” da APPDA-Setúbal é contribuir com um valor, a partir de 12€ anuais para a concretização dos nossos projetos. Os “Sócios Amigos” são uma importante fonte de financiamento regular das atividades que desenvolvemos para as pessoas com PEA, com o intuito de as incluir na sociedade.

Donativo por transferência Bancária

Donativo por transferência Bancária

NIB : 0035 0774 00138678530 88

IBAN: PT50 0035 0774 00138678530 88

BIC SWIFT: CGDIPTPL


Ao realizar um donativo através de transferência bancária, envie-nos um e-mail para appda-setubal@sapo.pt com o comprovativo de pagamento e os seus dados pessoais (nome, morada e número de contribuinte) para procedermos ao envio do respetivo recibo. Atenção, pois apenas desta forma conseguiremos identificar o seu pagamento.
Para além da recompensa pessoal em colaborar com a causa do Autismo, pode ainda usufruir de benefícios fiscais, sendo o donativo dedutível à coleta de IRS.

Consignação Fiscal

Consignação Fiscal

 

Ao preencher a sua declaração de IRS, poderá ajudar a APPDA-Setúbal, fazendo uma doação correspondente a 0,5% do imposto. Não irá pagar mais imposto, nem receber menos devolução, se for o caso. Alterará, tão somente, o destino do imposto: 99,5% irão para o Estado (em vez dos habituais 100%).

Bolsa de voluntários

Bolsa de voluntários

O exercício do voluntariado pode e deve ser incentivado!

Inscreva-se para ser voluntário da APPDA-Setúbal, preencha o nosso questionário, clique aqui!

A Ficha de voluntário é uma ficha individual onde o candidato manifesta a sua disponibilidade e áreas de interesse. Pode preencher uma nova ficha de voluntário sempre que entender, consoante a disponibilidade e/ou interesse do candidato.

Antes de preencher a ficha de voluntariado, leia aqui o Regulamento do Voluntariado da APPDA-Setúbal.

A APPDA-Setúbal fará a gestão da informação, entrando em contacto com o voluntário, garantido a confidencialidade dos dados pessoais, que em caso algum serão facultados.
O Voluntariado é uma atividade inerente ao exercício da cidadania que se traduz numa relação solidária para com o próximo, participando, de forma livre e organizada, na solução dos problemas que afetam a sociedade em geral.

Reconhecendo que o trabalho voluntário representa hoje um dos instrumentos básicos de participação da sociedade civil nos mais diversos domínios de atividade, a Lei n.º 71/98 de 3 de Novembro estabelece as bases de enquadramento jurídico do voluntariado.

O artigo 2º designa que o Voluntariado “é o conjunto de ações de interesse social e comunitário realizadas de forma desinteressada por pessoas, no âmbito de projetos, programas e outras formas de intervenção ao serviços dos indivíduos, das famílias e da comunidade desenvolvidos sem fins lucrativos por entidades públicas ou privadas”

O Artigo 3º refere que o Voluntário “é o indivíduo que de forma livre, desinteressada e responsável se compromete, de acordo com as suas aptidões próprias e no seu tempo livre, a realizar ações de voluntariado no âmbito de uma organização promotora”.
A legislação sobre voluntariado implica um conjunto de condições favoráveis à sua prática, aplicável ao exercício do voluntariado, que corresponde a uma decisão e disposição livre para ajudar e colaborar com a APPDA-Setúbal, representando um gesto de solidariedade e boa vontade.

Para mais informações consulte:
     - Lei n.º 71/98 de 3 de Novembro, que estabeleceu as bases do enquadramento jurídico do voluntariado;
     - Decreto-Lei n.º 389/99 de 30 de Setembro, que regulamenta a Lei n.º 71/98 de 3 de Novembro;
     - Decreto-Lei n.º 40/89 de 1 de Fevereiro, que institui o Seguro Social Voluntário no âmbito da Segurança Social. 

Ajuda com as necessidades atuais da associação

Ajuda com as necessidades atuais da associação

- Computadores para as crianças e jovens com PEA utilizarem nas atividades de promoção de competências (os nossos computadores são antigos e não suportam grande parte dos programas pedagógicos);

- Materiais de desgaste (papel de fotocópias, cartolinas, tintas de água várias cores, “digitintas” várias cores, papel cavalinho, fimo, etc…);

- Baterias de teste de avaliação psicoeducativas para as PEA. A avaliação é o primeiro passo essencial para uma futura e correta intervenção nas crianças, jovens e adultos com esta perturbação. A APPDA-Setúbal possui baterias de teste para avaliar crianças com PEA, mas necessita de adquirir instrumentos de avaliação para jovens e adultos com PEA, por forma a responder às necessidades atuais e futuras das pessoas com PEA. (custo aproximado dos instrumentos de avaliação 2700€).